E lá estavam eles se casando…

Amigos de longa data que sempre pude contar, companheiros queridos de tantos bons e divertidos momentos! Na verdade, não só desses, mas de todos os outros também!

A alegria de poder compartilhar esse acontecimento já seria enorme, mesmo não estando eu fotografando. Afinal, tive também a honra de poder ser padrinho desse casal cuja a estória acompanhei desde o primeiro encontro!

E com essa responsabilidade dupla, fotografando e apadrinhando, me desdobrei para poder registrar e aproveitar cada minuto dessa maravilhosa festa!

E que festa! Animação do começo ao fim! O que é cara dos dois, né? Muitos sorrisos, pulos e braços para o alto! A pista pegou fogo e o Miro ganhou o título de noivo mais animado dos últimos tempos segundo meu amigo Thiago Soraggi, que também estava fotografando esse casamento comigo.

Foi uma noite ímpar! E quem estava lá pode ser cúmplice da enorme cumplicidade que existe entre os dois! Só tenho a dizer que foi tudo perfeito e sei toda a boa energia que tomou conta do salão, provinha da energia desse casal especial! Quem os conhece, sabe o que estou falando!

Vocês merecem uma vida de muitas alegrias e tranquilidade! Mal vejo a hora de ver a casa de vocês cheia de “Mirinhos”e “Thaisinhas”trazendo ainda mais agitação pra vida dessa nova e grande família!

E não precisa dizer que podem sempre contar comigo e com a Nana para o que precisarem nessa vida, né?

Espero que gostem do resultado! Pois foi de coração e antes do Uísque! Hahaha!

Um grande beijo do amigo Cabelo!

 

Não posso deixar de agradecer ao Thiago Soraggi e sua noiva assitente Renata, por mais esse trabalho juntos! A querida Thaís Rosa que sempre me deu aquela luz! Rs! E ao grande Mark Greathouse que também contribuiu com aquela força na fotografia! Valeu, galera!

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Imagem

Um grande fotógrafo, Robert Capa, disse certa vez: “Se as tuas fotos não são suficientemente boas,
é porque não estás suficientemente perto”. E isso não serve só para os fotógrafos.

É tão bom participar de um casamento onde sabemos que a noiva acompanhou de perto todos detalhes. Teve todo o cuidado de escolher aquilo que mais se parecia com ela e teve também a preocupação de oferecer o melhor possível a todos os seus convidados. Desejando de coração, que aquela não seja apenas uma noite muito especial para ela, o noivo e suas famílias, mas também para todo mundo que esteve ali presente e que foram convidados especialmente para abençoar aquela relação.

Pude acompanhar de bem perto todo esse emocionante dia! A Maria Paula, me agradeceu muito por conseguir deixá-la calma durante o “making of”. Que bom que consegui fazer isso! Mas ela também me passava calma, pois sentia que depois de tantos cuidados até a chegada daquele dia, ela era agora uma noiva pronta para aproveitar da melhor maneira possível aquele momento. E foi exatamente isso que aconteceu!

Bem, queridos, não posso desejar outra coisa além de muita proximidade entre vocês e a calma que só o verdadeiro amor é capaz de trazer ao coração de quem cuida daquele que ama. Sejam exageradamente felizes e aproveitem tudo que o mundo tem para lhes oferecer!

Obrigado por toda confiança e carinho!

Um grande abraço,

Lipe.

P.S.: Mais uma vez, agradeço ao meu amigo Thiago Soraggi e sua noiva Renata, pela parceria nesse trabalho. Agradeço também ao meu amigo Mark Greathouse que topou me acompanhar e ao meu assistente Daniel por toda ajuda.

Imagem

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

ImagemImagem

ImagemImagemImagem

ImagemImagemImagemImagemImagem

É o segundo grande amigo que se casa esse ano. Ainda faltam mais dois! E novamente, assumi o papel de padrinho e fotógrafo. E com muita honra!

O Eduardo é, digamos assim, o meu melhor amigo mais antigo. Nossa amizade começou quando ainda tínhamos 12 anos de idade, “As Tartarugas Ninjas” eram nosso filme e jogo de fliperama favorito e o bairro Anchieta era um grande “playground”. De guerras de mamonas à tardes inteiras estourando bombinhas, das primeiras escapadas do colégio Arnaldinum para matar aula indo até o ponto final do 6002 e voltando, ou apenas conversando bobagens que achávamos as mais importantes do mundo, foram dias, semanas e anos de grande amizade. E ainda é. Mas hoje, da cervejinha no fim da noite e na hora de conversas sérias, que não passam de bobagens também. Amizade é isso.

E por isso me alegra demais o ver se casar com a Raquel. Companheira e de grande coração, mulher ideal para rir das besteiras e palhaçadas que são parte integrante desse cara. Sem ofenças! rsrs! E sei que será com eles que ainda dividirei inúmeras alegrias e boas risadas!

Então, meus amigos, é de coração que lhes entrego essa primeira amostra da grande noite que foi o casamento de vocês! Espero que gostem e saibam que estarei sempre zelando para que esse amor os leve cada vez mais longe.

Um grande abraço,

Felipe.

Cabelo.

Raquel e Eduardo-1

E esse foi mais um trabalho realizado com a preciosa ajuda de meu amigo fotógrafo, Thiago Soraggi, junto da sua noiva Renata e com a assistência da querida Thaís Rosa. Valeu, galera!

Se gosto tanto da Bahia, muito desse amor é culpa desse cara aí! O Dudu. Ou o Baiano. Baianêra! Grande amigo e colega desde os tempos de publicidade na PUC, companheiro das bagunças, de projetos, de tours paradisíacos e dos campos futebolísticos desse Brasil. Rs! O Dudu e sua família me recebem no melhor da hospitalidade baiana desde o longínquo carnaval de 1998! Ano vai, ano vem e lá estou eu fazendo minha visita a essa terra de sol quente, praias inesquecíveis, gente boa e muito descanso! A Bahia sempre me fez bem! E dessa vez me deixou realmente muito feliz!

É… existem trabalhos que são especiais por natureza. E fotografar o casamento desses dois, foi como fotografar o casamento de meu próprio irmão! Me alegrou muito poder acompanhar de perto esses momentos tão especiais e sentir o quanto ele e a Michelle estão realmente no caminho certo! Muito bom saber que, nesse casal, o amor encontrou a tranquilidade e a calma baiana para ali ficar durante uma vida toda… daquele jeito… beeem sossegado!!!

E tenho a certeza de que de tempos em tempos estaremos juntos novamente, para poder renovar essa amizade e a extender a nossas próximas gerações, que terão o prazer de viver nesse delicioso intercâmbio, Minas-Bahia. Aproveitando o melhor desses dois ricos mundos!

E como dizem por aí meus queridos, “foi massa”!!! Valeu demais por tudo, mais uma vez! E espero de coração que a vida lhes traga muito mais da alegria desse grande dia!

Um grande abraço!

Cabelinho.

P.S. especial: Agradeço muito, também, a meu grande amigo e companheiro de fotos, Alyson Luiz de Carvalho, que topou, sem pestanejar, me acompanhar nessa jornada!!! Valeu demais, companheiro! Pode saber que sua companhia e ajuda foram essenciais! E algumas das fotos abaixos são suas, ok!? E estão devidamente creditadas! rs! Brigadão!

  

Turma 37

fevereiro 27, 2012

Terminei hoje mais um módulo de Fotografia de Casamento do curso completo da Escola de Imagem. E cada vez mais, o ofício de professor me satisfaz e me faz encarar com ainda mais paixão a profissão de fotógrafo. Espero, de coração, ter conseguido ajudar esses alunos a caminhar um pouco mais em direção ao objetivo que buscam e de alguma maneira, a enxergar alguns detalhes que podem fazer a diferença!

E citando Rubem Alves:
“Sem a educação das sensibilidades, todas as habilidades são tolas e sem sentido.”

Valeu demais, galera! Foi muito bom!

20120226-211819.jpg

Uma pequena homenagem a ela.

Linha Do Equador

Djavan

Luz das estrelas
Laço do infinito
Gosto tanto dela assim
Rosa amarela
Voz de todo grito
Gosto tanto dela assim

Esse imenso, desmedido amor
Vai além de seja o que for
Vai além de onde eu vou
Do que sou, minha dor
Minha Linha do Equador
Esse imenso, desmedido amor
Vai além que seja o que for
Passa mais além do

Céu de Brasília
Traço do arquiteto
Gosto tanto dela assim
Gosto de filha música de preto
Gosto tanto dela assim

Essa desmesura de paixão
É loucura de coração
Minha Foz do Iguaçu
Pólo Sul, meu azul
Luz do sentimento nu

Esse imenso, desmedido amor
Vai além que seja o que for
Vai além de onde eu vou
Do que sou, minha dor
Minha Linha do Equador

Mas é doce morrer nesse mar de lembrar
E nunca esquecer
Se eu tivesse mais alma pra dar
Eu daria, isso pra mim é viver

Da noiva do último post.

Obrigado mais uma vez, queridos!

“Lipe,

Pedimos muito a Deus que todas as pessoas envolvidas no casamento fossem muito abencoadas, que o nosso amor e com que prepramos cada detalhe contagiasse a todos ali presentes.
Pode parecer surreal para uma noiva, mas nao fiquei nem um pouco ansiosa por termos nos conhecido somente no dia.
Quando o Otávio me mostrou seu trabalho na hora tive certeza que seria tudo perfeito, como sempre sonhei ou melhor ainda!
Esse foi o melhor presente de Natal que eu, Otávio e Maria Antonia poderíamos receber.
Todos aqui em casa ficaram muito emocionados (o vovô da Maria Antonia principalmente!) e revivemos cada momento vendo as suas fotos. Seu trabalho foi lindo, captou toda a nossa emocao.
Obrigado por eternizar de forma tao bonita e sensível esse dia mágico, tao importante e que a partir de agora será sempre lembrado por nós atraves do seu belíssimo trabalho.
Obrigado pelo carinho!
Thaís, voce é uma fofa! Muito Obrigado por ter contribuido pra deixar tudo tao lindo!
Que 2012 seja um ano de muitas emocoes e realizacoes para vcs!
Com muito carinho,
Marina, Otávio e Maria Antonia”

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.