Um grande fotógrafo, Robert Capa, disse certa vez: “Se as tuas fotos não são suficientemente boas,
é porque não estás suficientemente perto”. E isso não serve só para os fotógrafos.

É tão bom participar de um casamento onde sabemos que a noiva acompanhou de perto todos detalhes. Teve todo o cuidado de escolher aquilo que mais se parecia com ela e teve também a preocupação de oferecer o melhor possível a todos os seus convidados. Desejando de coração, que aquela não seja apenas uma noite muito especial para ela, o noivo e suas famílias, mas também para todo mundo que esteve ali presente e que foram convidados especialmente para abençoar aquela relação.

Pude acompanhar de bem perto todo esse emocionante dia! A Maria Paula, me agradeceu muito por conseguir deixá-la calma durante o “making of”. Que bom que consegui fazer isso! Mas ela também me passava calma, pois sentia que depois de tantos cuidados até a chegada daquele dia, ela era agora uma noiva pronta para aproveitar da melhor maneira possível aquele momento. E foi exatamente isso que aconteceu!

Bem, queridos, não posso desejar outra coisa além de muita proximidade entre vocês e a calma que só o verdadeiro amor é capaz de trazer ao coração de quem cuida daquele que ama. Sejam exageradamente felizes e aproveitem tudo que o mundo tem para lhes oferecer!

Obrigado por toda confiança e carinho!

Um grande abraço,

Lipe.

P.S.: Mais uma vez, agradeço ao meu amigo Thiago Soraggi e sua noiva Renata, pela parceria nesse trabalho. Agradeço também ao meu amigo Mark Greathouse que topou me acompanhar e ao meu assistente Daniel por toda ajuda.

Imagem

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

ImagemImagem

ImagemImagemImagem

ImagemImagemImagemImagemImagem

Se gosto tanto da Bahia, muito desse amor é culpa desse cara aí! O Dudu. Ou o Baiano. Baianêra! Grande amigo e colega desde os tempos de publicidade na PUC, companheiro das bagunças, de projetos, de tours paradisíacos e dos campos futebolísticos desse Brasil. Rs! O Dudu e sua família me recebem no melhor da hospitalidade baiana desde o longínquo carnaval de 1998! Ano vai, ano vem e lá estou eu fazendo minha visita a essa terra de sol quente, praias inesquecíveis, gente boa e muito descanso! A Bahia sempre me fez bem! E dessa vez me deixou realmente muito feliz!

É… existem trabalhos que são especiais por natureza. E fotografar o casamento desses dois, foi como fotografar o casamento de meu próprio irmão! Me alegrou muito poder acompanhar de perto esses momentos tão especiais e sentir o quanto ele e a Michelle estão realmente no caminho certo! Muito bom saber que, nesse casal, o amor encontrou a tranquilidade e a calma baiana para ali ficar durante uma vida toda… daquele jeito… beeem sossegado!!!

E tenho a certeza de que de tempos em tempos estaremos juntos novamente, para poder renovar essa amizade e a extender a nossas próximas gerações, que terão o prazer de viver nesse delicioso intercâmbio, Minas-Bahia. Aproveitando o melhor desses dois ricos mundos!

E como dizem por aí meus queridos, “foi massa”!!! Valeu demais por tudo, mais uma vez! E espero de coração que a vida lhes traga muito mais da alegria desse grande dia!

Um grande abraço!

Cabelinho.

P.S. especial: Agradeço muito, também, a meu grande amigo e companheiro de fotos, Alyson Luiz de Carvalho, que topou, sem pestanejar, me acompanhar nessa jornada!!! Valeu demais, companheiro! Pode saber que sua companhia e ajuda foram essenciais! E algumas das fotos abaixos são suas, ok!? E estão devidamente creditadas! rs! Brigadão!

  

Uma pequena homenagem a ela.

Linha Do Equador

Djavan

Luz das estrelas
Laço do infinito
Gosto tanto dela assim
Rosa amarela
Voz de todo grito
Gosto tanto dela assim

Esse imenso, desmedido amor
Vai além de seja o que for
Vai além de onde eu vou
Do que sou, minha dor
Minha Linha do Equador
Esse imenso, desmedido amor
Vai além que seja o que for
Passa mais além do

Céu de Brasília
Traço do arquiteto
Gosto tanto dela assim
Gosto de filha música de preto
Gosto tanto dela assim

Essa desmesura de paixão
É loucura de coração
Minha Foz do Iguaçu
Pólo Sul, meu azul
Luz do sentimento nu

Esse imenso, desmedido amor
Vai além que seja o que for
Vai além de onde eu vou
Do que sou, minha dor
Minha Linha do Equador

Mas é doce morrer nesse mar de lembrar
E nunca esquecer
Se eu tivesse mais alma pra dar
Eu daria, isso pra mim é viver

Marina e Otávio

dezembro 22, 2011

O Otávio é um amigo de longa data, que conheci ainda pequeno, na época que ele ainda estudava com meu irmão mais novo. E como a diferença de idade entre eu e meu irmão é apenas de três anos, nossas turmas já dividiram muitas festas e diversões juntas ao longo desses anos e durante esse tempo, foi fácil enxergar a grande pessoa que o Otávio era. Sempre muito educado, animado e de grande caráter.

Quando me ligou, há alguns meses atrás, me pedindo para ser o seu fotógrafo, fiquei realmente contente em ter a data disponível para poder participar desse momento tão importante! E como foi um desses trabalhos singulares e menos formais, tanto pelo tempo disponível quanto pela nossa relação, acabei conhecendo a Marina somente no dia de seu making of.

E que grata surpresa! Uma garota linda e encantadora com uma família super acolhedora e alegre! Fiquei muito feliz em ver que o destino tinha reservado ao meu amigo pessoas tão especiais e que já o enxergavam como um filho muito querido! A minha felicidade ficou ainda mais completa quando pude sentir que seria o carinho de ambas as famílias que daria a esse novo casal todo o alicerce necessário para que suas vidas fossem, para sempre, iluminadas! E com o pequeno anjo, que já está a caminho, não tenho dúvidas de que o amor terá um novo lar para ali crescer e encantar!

Felicidades, queridos! E que venham muitas outras alegrias!

 

Um grande abraço,

Lipe.

 

 

 

 

Deixo meus sinceros agradecimentos a minha equipe, Marina Ushiro que fotografou comigo e para minha assistente Thaís que mais uma vez foram sensacionais! Obrigado, queridas!

 

Foi em uma conversa informal na beira da praia que a Lu me disse pela primeira vez que eu seria o fotógrafo do seu casamento! Eu, é claro, concordei na hora! Ela, amiga de grandes amigos e uma gracinha de pessoa que distribui sorrisos e carinhos o tempo inteiro. O Bruno, o noivo, que conheci naquele Carnaval, um grande sujeito e de enorme coração. E desde aquela tarde em Ipanema, sabia que esse seria um belíssimo casamento!

Acredito que a minha maior satisfação como fotógrafo de casamento seja conseguir sentir o genuíno amor que, enquanto trabalho, vai passando pelas lentes da minha câmera, tomando conta dos meus olhos e pouco a pouco se instalando em toda a minha alma. E o no casamento da Lu e do Bruno, foi exatamente isso o que aconteceu!

E no final, quando finalmente gurdei meu equipamento, podia sentir que aquele havia sido um dia realmente muito especial na vida daqueles dois, de suas famílias e de seus amigos. E que eu tive o privilégio de acompanhar de muito perto e dividir toda aquela boa energia!

Não tenho a certeza de que seja realmente possível passar para as pessoas, essa minha sensação apenas através das minhas fotos. Mas é com essa intenção que me dedico cada dia mais a esse trabalho, procurando evoluir sempre. E são casais como a Lu e o Bruno, e tantos outros que já fotografei, que me permitem experimentar uma enorme satisfação profissional. E por isso, serei eternamente grato!

Muito obrigado, queridos, por todo o amor que têm um pelo outro e pela vida! Obrigado também por tão lindos e divertidos momentos! Foi um prazer!

Espero, de coração, que também gostem!

Um grande abraço,

Felipe Temponi.

 

 

Agradecimentos a excelente equipe que me ajudou o tempo inteiro! Thaís Rosa, Thiago Soraggi, Thiago Theo e Nana Soraggi! Valeu demais!

“Comunhão é quando a beleza do outro e a beleza da gente se juntam num contraponto.”

Rubem Alves

Desde a nossa primeira conversa, a empatia foi imediata! E a cada contato, esse sentimento só aumentava. E no ensaio para as fotos do book foi possível confirmar que a energia com esse casal era realmente incrível e mal podia esperar para chegar o dia do casamento!

E é com muito carinho que hoje posso trazer um pouco da beleza que enxerguei nesses dois e em todo o amor das famílias e amigos que os cercavam. E fica muito mais fácil emocionar quando fotografamos quem nos emociona.

Muito obrigado, queridos, por todos esses grandes momentos e desejo de coração que essa comunhão seja eternamente bela.

Agradeço também ao meu parceiro Thiago Soraggi e a querida Thaís por toda a ajuda e dedicação.

Abraços amarelos,

Felipe Temponi.

 

                                  

Book Georgia e Guilherme

agosto 22, 2011

Os dias de inverno aqui em Belo Horizonte, apesar de não estarem trazendo o frio esperado, têm proporcionado belos fins de tarde, com luzes lindas que nos oferecem um céu espetacular! Principalmente no crepúsculo. E são dias que nos inspiram! Enchem nossos olhos com cenas maravilhosas e fazem o dedo coçar para capturar cada raiozinho de luz que, de maneira faceira, transforma uma simples folhinha ou uma parede em algo maravilhoso e surpreendente! Então, nada melhor do que levar um lindo casal pro meio dessa luz e transformar a experiência de uma sessão de book em uma agradável e divertida tarde de sábado!

Tenho, a cada dia, gostado mais e mais de fazer essas sessões! E tudo fica melhor ainda quando estamos fotografando um casal tão bacana quanto a Georgia e o Guilherme (que logo estarão por aqui novamente, mas se casando!) que souberam curtir todos os momentos e mostraram uma sinergia incrível. As fotos fluíam naturalmente e era fácil conseguir aquela conexão que transforma uma boa foto numa foto melhor ainda! Adorei!

Obrigado, queridos, por essa tarde tão gostosa! Fico, agora, aguardando o grande dia, que tenho a certeza que será ainda melhor de fotografar!

Um grande abraço amarelo,

Felipe Temponi!